segunda-feira, 22 de agosto de 2016

Torta de Chocolate e Pecã de Pobre {a.k.a. Torta de Aveia e Chocolate}


Olás, tudo bem?
A receita de hoje tem vários apelidos. O primeiro, do inglês "Black Bottom Pie" quer dizer algo como "Torta de Fundo Preto" e indica que existem uma camada escondida de chocolate [escura, preta] no fundo. Existem vários tipos de Black Bottom Pie, já que a camada de cima varia bastante - inclusive aqui no blog já apareceu a Black Bottom Lemon Pie, com de curd de limão por cima e chocolate por baixo.
O segundo apelido, muito mais divertido, é "Poor Man's Pecan Pie", isto é, Torta de Pecã de Pobre. É claro que pecã é só no nome, a torta é de aveia mesmo. Mas depois de assada, o resultado fica crocante e caramelado, muito parecido [muito mesmo!] com uma torta de noz pecã! E óbvio que aveia é muito [e bota muito nisso, atualmente] mais barata que a noz pecã, daí o nome. 
Eu sou um verdadeiro fã de noz pecã, e já testei variações com outras castanhas, algumas mais em conta: dá para fazer com castanha do pará picada, com noz comum [aqui tem uma receita de Torta de Nozes e Maple, aliás] e com amendoim [fica delicioso, alias! Tem receita aqui], por isso estava um pouco cético quanto à Torta de Aveia. Mas olha, dou o braço a torcer: é claro que dá para perceber que não é de pecã, mas fica igualmente gostosa! Aliás, o gengibre em pó, que essa receita pede, dá um toque suave mas tão bom que vou começar a usar em tortas de pecã também!

Agora, cá entre nós, essa Torta de Pecã de Pobre veio bem a calhar - esses dias eu estava em Ribeirão Preto com o Mauro, do blog Escoffiando, e fomos procurar pecã. Só encontramos em uma loja, e custando mais de duzentos reais o quilo!!! Desse jeito, só com aveia mesmo, né? ;)

Espero que gostem!


Torta de Aveia e Chocolate 
{ou Torta de Chocolate e Pecã de Pobre}
[receita retirada daqui, rende uma torta de 23cm de diâmetro]

Ingredientes para a massa:
1 e 1/4 xícaras de farinha de trigo;
1 e 1/2 colheres de chá de açúcar;
1/2 colher de chá de sal;
110g de manteiga sem sal gelada, picada em cubinhos;
1/4 de xícara de água bem gelada misturada com
2 colheres de sopa de vinagre de maçã.

Ingredientes do recheio:
1 e 1/2 xícaras de aveia em flocos graúdos;
1/4 de xícara de creme de leite;
120g de chocolate meio amargo [usei 70%], picadinho;
3/4 de xícara de açúcar mascavo [aperte na xícara para medir];
1/4 de colher de chá de gengibre em pó;
1/2 colher de chá de sal;
5 colheres de sopa [75g] de manteiga sem sal, derretida;
1 xícara de glucose de milho;
1 colher de chá de extrato de baunilha;
2 colheres de chá de vinagre de maçã;
4 ovos.

Prepare a massa:
Em uma tigela misture a farinha, o açúcar e o sal. Junte a manteiga picada e amasse, usando as pontas dos dedos, até formar uma farofinha grossa úmida. Junte 3 colheres da mistura de água gelada e vinagre, e amasse o suficiente apenas para conseguir formar uma bola de massa. Adicione mais 2 ou 3 colheres de água, se precisar.
Forme um disco com a massa, envolva em filme plástico e leve à geladeira por pelo menos meia hora.
Sobre uma superfície limpa e enfarinhada abra a massa gelada, usando um rolo enfarinhado, até conseguir um círculo de uns 27cm de diâmetro e mais ou menos meio centímetro de espessura. Com cuidado, enrole a massa no rolo e desenrole sobre a fôrma de torta, pressionando a massa, com cuidado, sobre o fundo e as laterais. Corte o excesso de massa e aperte as bordas com os dedos ou com um garfo, para dar acabamento. Fure toda a massa com um garfo e leve ao freezer por 15 minutos, até ficar dura.
Preaqueça o forno a 200 graus. Retire a massa do freezer, cubra com 2 folhas de papel alumínio e encha a cavidade com feijões crus ou outro tipo de peso, para a massa não crescer. Leve ao forno por 20 minutos, até as bordas secarem, mas sem dourar.
Retire a massa do forno, descarte os feijões e o papel alumínio e deixe esfriar completamente.

Prepare o recheio:
Abaixe o forno para 180 graus.
Espalhe a aveia sobre uma fôrma retangular grande e leve ao forno por cerca de 10 minutos, mexendo de vez em quando, para dourar. Cuidado para não queimar! Retire do forno, deixe esfriar e reserve.
Para a ganache, aqueça o creme de leite até quase ferver. Coloque o chocolate picadinho em uma tigela pequena e por cima derrame o creme quente. Deixe descansar por um minuto e então misture bem, até ficar homogêneo. Espalhe a ganache sobre o fundo da torta pré-assada e fria e leve ao freezer, para firmar.
Abaixe o forno para 165 graus.
Para a camada de aveia, em uma tigela grande misture o açúcar mascavo, o gengibre, o sal e a manteiga derretida. Junte a glucose, a baunilha e o vinagre e misture para incorporar. Junte os ovos, um por vez, misturando bem após cada adição. Junte a aveia tostada e misture bem. 
Retire a base do freezer e cubra com a mistura de aveia. Asse por mais ou menos uma hora, girando a torta 180 graus no meio do tempo de cozimento. A torta estará pronta quando as bordas do recheio estiverem firmes e inchadas, e o meio ligeiramente firme ao toque, tipo gelatina. 
Sirva morna ou em temperatura ambiente.




segunda-feira, 8 de agosto de 2016

Bolo estilo Rolinhos de Canela... ou Cinnamon Rolls Bundt Cake


Olá, tudo bem? 
A receita do Bolo Zebra da semana passada fez tanto sucesso aqui em casa [e também nas redes sociais d'A Cozinha Coletiva!], que eu fiquei morrendo de vontade de testar mais uma receita de bolo no mesmo estilo, de buraco no meio, e com a mesma simplicidade no preparo!
A receita que escolhi para o bolo de hoje é inspirada nos famosos rolinhos de canela americanos: tem massa fofinha de bolo amanteigado cheia de veios dourados de açúcar e canela, com cobertura de cream cheese por cima, daquelas que quando o bolo esfria formam uma casquinha quebradiça na superfície. Delicioso!
É claro que a gente pode achar o nome desse bolo [Cinnamon Rolls Bundt Cake, no original] complicado demais, que no fundo não passa de um simples bolo de canela, né? E não deixa de ser exatamente isso! Só que, na minha opinião, bem mais equilibrado. Eu digo isso porque, depois do advento do Bolo Churros [e também de um tal Bolo Indiano], as massa de bolo aromatizadas com canela tem aparecido bastante por aí, sempre meio escuras e enjoativas. O detalhe que faz a diferença é que nessa receita a canela não é misturada direto na massa, e sim polvilhada entre camadas de massa. Assim, ao invés do bolo ficar saturado, ele apenas mostra os tais veios dourados com sabor de canela sem mascarar completamente o fundo abaunilhado da massa do bolo. Eu confesso que adorei o resultado, de verdade. 
Quanto à cobertura, apesar de dispensável, é uma surpresa à parte: aparentemente exagerada de açúcar, acaba bem equilibrada com o sabor azedinho, próprio do cream cheese. Além disso, ela cria uma casquinha crocante, depois do bolo frio, sem perder a parte cremosa por baixo. E vamos combinar que fica linda, cor de pérola sobre o bolo dourado. 
Ah, apenas um lembrete: a fôrma utilizada é grande - se sua fôrma de buraco no meio for menor, basta reduzir a receita, sem problemas.
Espero que gostem, e boa semana para todos nós! :)



Bolo estilo Rolinhos de Canela... ou Cinnamon Rolls Bundt Cake
[receita adaptada daqui e daqui, rende um bolo de buraco no meio de 25cm de diâmetro e 8cm de altura]

Para a mistura de canela:
1/2 xícara de açúcar refinado;
2 colheres de sopa de canela em pó.

Ingredientes para a massa:
1 e 1/2 xícaras de manteiga sem sal, em temperatura ambiente;
2 e 1/2 xícaras de açúcar refinado;
6 ovos;
3 xícaras de farinha de trigo;
1 colher de chá de sal;
1/2 colher de chá de bicarbonato de sódio;
1 xícara de sour cream*;
1 colher de chá de extrato de baunilha;
2 colheres de sopa de óleo vegetal.

Para a cobertura:
90g de cream cheese em temperatura ambiente;
1/4 de xícara de leite;
1 colher de chá de extrato de baunilha;
1 e 1/2 xícaras de açúcar de confeiteiro.

Prepare a mistura de canela:
Em uma tigelinha misture bem o açúcar com canela. Reserve.

Prepare a massa:
Preaqueça o forno a 170 graus.
Unte com manteiga e enfarinhe uma fôrma de bolo de buraco no meio, com 25cm de diâmetro e 8cm de altura. Bata bem para descartar o excesso de farinha. Reserve.
Bata a manteiga na batedeira por 1 minuto, em velocidade alta. Vá acrescentando o açúcar, aos poucos, e deixe bater por 5 minutos, até a mistura ficar leve e clara. 
Abaixe a velocidade da batedeira para média e vá acrescentando os ovos, um por vez, batendo após cada adição e sem esquecer de raspar as laterais da tigela com uma espátula.
Abaixe a velocidade da batedeira para baixa e então adicione a farinha de trigo. o sal e o bicarbonato, batendo apenas para incorporar. Junte o sour cream*, a baunilha e o óleo e bata rapidamente para incorporar.
Coloque 1/3 da massa na fôrma preparada, alisando com uma espátula. Por cima, polvilhe metade da mistura de açúcar e canela. Coloque mais 1/3 da massa, alise com a espátula e polvilhe o restante da mistura de canela por cima. Por fim, coloque a última parte de massa e alise a superfície.
Leve ao forno por cerca de 60 ou 70 minutos, até que enfiando um palito de madeira bem fundo no bolo, esse saia limpo. Retire o bolo do forno.
Deixe o bolo esfriar por 10 minutos dentro da fôrma, então desenforme sobre uma gradinha, para terminar de esfriar completamente.

Prepare a cobertura:
Na batedeira bata o cream cheese até ficar cremoso e leve, por uns 2 minutos. Junte os outros ingredientes e bata em velocidade alta até que forme um creme brilhante, liso e leve.
Despeje a cobertura sobre o bolo ainda morninho e deixe esfriar completamente.

*Sour Cream Caseiro: para fazer uma xícara de Sour Cream, aqueça levemente 1 xícara de creme de leite fresco, só para quebrar o gelo. Junte 1 colher de chá de suco de limão, misture bem e deixe descansar por umas 2 horas, em temperatura ambiente. Você pode preparar o Sour Cream na véspera e conservar na geladeira até a hora de usar.

segunda-feira, 1 de agosto de 2016

Bolo Zebra


Olás, tudo bem?
Sabe quando você prepara um bolo, leva para assar e na hora em que retira do forno percebe que a maravilha que você esperava virou um tijolinho baixinho e pesadão? Se nesses momentos você pensa "ih, deu zebra!", está na hora de rever seus conceitos. Depois da receita de hoje, nunca mais um bolo que "deu zebra" vai ser sinônimo de coisa ruim, muito pelo contrário!
Brincadeiras à parte [até porque essa expressão "deu zebra" não é tão usada atualmente, é?], esse bolo não passa de uma receita de Pound Cake, aqueles bolos amanteigados ingleses que a gente costuma chamar de Bolo Inglês, num estilo marmorizado, aquele tão conhecido das nossas mães e avós, só que com um bocadinho mais de capricho na hora de misturar as massas: basta ir colocando colheradas alternadas de massa branca e preta, uma por cima da outra, sempre no mesmo ponto, que a gravidade, densidade dos líquidos ou seja lá o que for faz o seu trabalho, a massa se espalha e quando o bolo é cortado você tem esse lindo padrão de listrinhas branco e preta! Quer coisa mais simples que isso?!
Aliás, a receita também é bem simples, sem nenhum ingrediente diferente ou difícil, como um bom bolo caseiro de buraco no meio deve ser. E a cobertura, que eu fiz só para dar um charminho, é claro que pode ser dispensada sem nenhum prejuízo ao sabor. Bolo de tomar café da tarde, bolo de comer com um copo de leite, bolo de beliscar no meio da manhã. Bolo de fazer para a avó que, doente, faz manha para conseguir um docinho para variar no café da manhã. 
Aqui em casa durou pouco. espero que vocês também gostem.

Ah, um aviso: há quem vá estranhar a quantidade de manteiga da receita - calma, esses bolos ingleses são assim mesmo. Mas você pode fazer sua velha conhecida receita de bolo mármore mesmo e só aproveitar a dica da montagem, para ele também ficar de zebrinha. Animal print nunca sai de moda, não é? Ou sai? ;)


Bolo Zebra
[receita retirada daqui, rende uma assadeira de buraco no meio de 25cm de diâmetro e 8cm de altura - se a sua for menor, reduza em um terço ou pela metade]

Ingredientes:
2 xícaras e meia de farinha de trigo;
1/2 xícara de amido de milho;
2 colheres de chá de fermento em pó;
1/2 colher de chá de sal;
2 e 1/2 xícaras de açúcar refinado, dividido;
1/2 xícara de cacau em pó;
6 colheres de sopa de água;
1 e 1/2 xícaras de manteiga sem sal, derretida e fria;
1 e 1/2 colheres de chá de extrato de baunilha;
5 ovos;
1/2 xícara de leite.

Ingredientes para a cobertura:
3/4 de xícara de açúcar de confeiteiro;
3 colheres de sopa de leite de coco.

Prepare o bolo:
Unte com manteiga e enfarinhe a fôrma de buraco no meio. Bata para retirar o excesso de farinha. Reserve.
Preaqueça o forno a 180 graus.
Em uma tigela peneire a farinha, o amido, o fermento e o sal. Reserve.
Em uma tigelinha pequena misture 1/2 xícara do açúcar, o cacau em pó e a água. Misture bem até ficar homogêneo. Reserve.
Coloque o restante do açúcar [2xícaras] e a manteiga derretida na batedeira e bata em velocidade médio alta por 1 minuto [se sua batedeira for planetária, use o garfo tipo raquete]. Junte a baunilha e bata para misturar. Adicione os ovos, um por vez e batendo após cada adição. Bata até que a mistura fique clara e fofa.
Desligue a batedeira e adicione a mistura de farinha em três vezes, alternado com o leite em duas vezes e misturando com uma espátula até ficar homogêneo.
Separe duas xícaras dessa massa, junte a mistura de cacau e misture bem, até dissolver completamente.
Agora o segredo: usando uma colher de pegar sorvete ou uma colher grande, coloque duas colheradas da massa branca na fôrma preparada. Agora por cima coloque uma colherada da mistura de chocolate. Vá alternando entre a massa branca e a preta, sempre uma sobre a outra no mesmo ponto, até acabar. A massa sozinha vai se ajeitando na fôrma, então não vá mexer.
Asse o bolo por cerca de 55 minutos, ou até que enfiando um palito de madeira, ele saia limpo.
Deixe o bolo esfriar por 15 minutos na fôrma e então desenforme com cuidado sobre o prato de server.

Para a cobertura: em uma tigelinha misture o açúcar com o leite de coco. Misture bem - no começo vai parecer que é pouco líquido para muito açúcar, mas depois dá certo. Quando ficar homogêneo, despeje sobre o bolo ainda morno. Espere esfriar, para a coberturar formar aquela casquinha. Isso se você conseguir.